Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento     Brasil: Um país de todos  

Esse é o conteúdo alternativo < /p>


 
SAC da Unidade
Mapa do Site
Página Inicial
Objetivo
Ferramentas
Estrutura
Etapas de Execução
Resultados Esperados
Comunicação
Equipe
Licitações
Publicações
Acesse Também
Notícias anteriores

Encontro discute diretrizes e avalia ações do PBM

Em novembro do ano passado, em Belém, as diretrizes técnicas de manejo florestal sustentável e ações desenvolvidas nos últimos sete anos do Projeto Bom Manejo (PBM), foram discutidas e avaliadas, respectivamente, em uma oficina de trabalho que contou com a participação de representantes de instituições nacionais e internacionais como órgãos de pesquisa, empresas privadas, financiadores e ONGs.

Durante o evento foram apresentados os principais resultados já alcançados e as propostas das futuras ações do PBM, projeto realizado pela Embrapa Amazônia Oriental em parceria com o Centro Internacional de Pesquisa Florestal (CIFOR), o Instituto Floresta Tropical (IFT) e as empresas Cikel e Juruá, que possuem o financiamento da Organização Internacional de Madeiras Tropicais (OIMT - ITTO).

De acordo com João Olegário, coordenador adjunto do PBM pela Embrapa Amazônia Oriental, a segunda fase do projeto, também chamada de “Validação”, consiste em ampliar o número de empresas florestais participantes da implantação das boas práticas de manejo através dos das ferramentas silviculturais e gerenciais, desenvolvidas pelo projeto. A validação desses instrumentos são essenciais para os objetivos do projeto serem alcançados, mostrando a eficácia da prática de manejo e garantindo a sustentabilidade econômica, social e ambiental da exploração de madeira, cujo impacto ambiental será reduzido com a apresentação dos benefícios e vantagens do Sistema de Manejo Florestal (SMF) em relação às práticas convencionais.

Outros temas também foram debatidos, como, por exemplo, a capacitação de profissionais para o setor florestal, com o intuito de despertar o interesse das empresas em relação à adoção de boas práticas de manejo florestal, bem como a divulgação das ferramentas do Bom Manejo em toda a Amazônia brasileira, que acontecerá na terceira fase do projeto, também chamada de “Disseminação”.

Estiveram presentes na oficina de trabalho representantes da Embrapa Amazônia Oriental, do CIFOR, do Instituto Floresta Tropical, da OIMT, da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), da Universidade de Freiburg, e das empresas Juruá Florestal e Cikel Brasil Verde Madeira .