Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento     Brasil: Um país de todos  

Esse é o conteúdo alternativo < /p>


 
SAC da Unidade
Mapa do Site
Página Inicial
Objetivo
Ferramentas
Estrutura
Etapas de Execução
Resultados Esperados
Comunicação
Equipe
Licitações
Publicações
Acesse Também
Notícias anteriores

Projeto recebe premiação por captação de recursos

Belém, 19 de maio de 2006 - O reconhecimento institucional do bom desempenho e da importância de um trabalho é o que propõe a “Premiação Nacional de Equipes”, promovida anualmente pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). A premiação tem quatro categorias e visa, entre outros objetivos, estimular projetos inovadores de P&D nas 40 unidades de pesquisa que integram a instituição.

Este ano, a Premiação elegeu o Projeto Bom Manejo (PBM) como um dos vencedores, na categoria “Captação de Recursos”. Detentor de mais de 1,6 milhões de reais, financiados pela Organização Internacional de Madeira Tropical (OIMT – ou ITTO, em inglês), o PBM trabalha para incentivar entre as empresas florestais de toda a Amazônia brasileira a adoção de boas práticas de manejo, que garantam a sustentabilidade econômica, social e ambiental da exploração madeireira.

Além da quantia cedida pela OIMT, o Projeto conta com investimentos de outras instituições, como o Centro Internacional de Pesquisa Florestal (Cifor), a própria Embrapa e as empresas florestais Juruá Florestal e Cikel Brasil Verde Madeiras.

Atividades- Uma das principais prioridades do PBM é a aplicação dos recursos financeiros e humanos no desenvolvimento de ferramentas metodológicas e softwares que auxiliarão as empresas madeireiras em suas atividades administrativas e silviculturais (relacionadas à floresta). A idéia é organizar e otimizar a produção madeireira, reduzindo ao máximo possível os impactos ambientais da exploração.

Essas ferramentas permitirão, entre outros resultados, que empresas de toda a região amazônica se adequem aos critérios necessários para a obtenção da certificação florestal.

Investimentos serão realizados ainda no treinamento de profissionais da área, com o intuito de despertar o interesse das instituições em relação às boas práticas de manejo florestal. Dentro de pouco tempo, as ferramentas também serão divulgadas por toda a Amazônia brasileira.

A “Premiação Nacional de Equipes” elegeu os 20 melhores Projetos de todas as unidades da Embrapa, distribuídos em quatro categorias (Criatividade, Qualidade Técnica, Parceria e Captação de Recursos). Outro projeto que se destacou este ano foi o Tipitamba, também da Embrapa Amazônia Oriental em parceria com outras instituições, que foi eleito na categoria “Parceria”.